19 de Janeiro, 2021

Aquisição da Vindi pela Locaweb foi concluída

Aquisição da Vindi pela Locaweb foi concluída

A Locaweb começou o 2021 dando sequência ao movimento de aquisições de empresas de tecnologia que vinha fazendo no ano passado, com a confirmação da compra da Vindi. A plataforma de gestão de assinaturas e pagamentos recorrentes recebeu, em 2020, uma proposta para compra de 100% do seu capital social pela companhia.

Após a aprovação da operação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), a Vindi será anexada na operação de Commerce da Locaweb.

A Locaweb pretende englobar as APIs de pagamentos recorrentes da Vindi na plataforma de e-commerce Tray, além de explorar todo o potencial de cross sell com os outros setores de negócios da companhia (BeOnline, SaaS e Commerce) com a adquirida.

Reginaldo Dutra, Wagner Narde e Rodrigo Dantas Santos, acionistas fundadores da Vindi, seguirão na operação da empresa.

Criada em 2013, com uma base de mais de 6 mil clientes, a Vindi desenvolve soluções no modelo de assinaturas e combina um software de cobrança recorrente com uma plataforma de pagamento. A receita recorrente anual da empresa é de R$ 35 milhões, sendo que, nos últimos três meses do ano passado, processou mais de R$ 1 bilhão em cobranças.

Aquisições em profusão

Para a Locaweb, 2020 foi um ano cheio de aquisições. Em três meses, a empresa adquiriu a Social Miner, a Etus e o Ideris, além da Vindi.

A companhia também divulgou, no final de 2020, a compra do Melhor Envio por R$ 83 milhões. E, de acordo com a fonte O Estado de São Paulo, a Locaweb possui interesse em adquirir a empresa de marketing digital RD Station, também na mira da Totvs.

Fonte: Prosper Capital, com informações Money Times
Imagem: Business photo created by pressfoto - www.freepik.com