13 de Outubro, 2021

Com assessoria da Prosper, fusão de 4 provedores forma a ALL REDE, maior operação do Centro-Oeste

Com assessoria da Prosper, fusão de 4 provedores forma a ALL REDE, maior operação do Centro-Oeste

Segundo especialistas do setor, o Centro-Oeste já é considerado o próximo foco das operações de fusões e aquisições (M&A) no mercado de provedores de internet.

As negociações que outrora eram concentrados nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste, voltam-se para a região no momento. Seguindo este movimento, 4 provedores contrataram a Prosper Capital simultaneamente para a organização de uma fusão, formando a ALL REDE Telecom.

A transação será apresentada oficialmente apenas em novembro, contudo, a nova empresa já opera em gestão compartilhada desde 1º de junho. A ALL REDE possuí sede em Goiânia, Goiás, e, a partir da soma dos ativos de 4 provedores (Via Telecom, Ligo, Infortek e Unilink), tornou-se a principal rede de fibra do Centro-Oeste, bem como a maior carteira de acessos FTTH de um provedor da região.

Conforme relatou o ex-sócio fundador da Via Telecom e agora Chief Executive Officer (CEO) da ALL REDE, Vinicius Borges, cada uma das quatro empresas estava consolidada em diferentes áreas, fazendo com que não haja sobreposição entre elas, além de permitir o início de uma maior cobertura na região, abrangendo o Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal e Triângulo Mineiro.

Além do CEO, a diretoria da ALL REDE é formada por outros seis sócios oriundos das empresas. Acompanhia receberá uma nova sede em Goiânia: um edifício de quatro andares, com capacidade para acomodar 360 funcionários de diversas áreas, como de atendimento, administrativa e comercial. Os escritórios utilizados antes da transação deverão atuar como regionais do grupo.

Os planos da nova companhia envolvem mudar seu regime para S.A no início de 2022.

“Estamos realizando a integração dos sistemas e uniformizando os processos. O modelo de governança já está em prática”, afirmou Borges.

Vale ressaltar que a fusão foi realizada após a aplicação da solução de Otimização Tributária da Prosper. O processo resultou em uma nova empresa com uma estrutura societária e tributária otimizadas, mais robusta, com excelente saúde financeira e pronta para seguir sua expansão.

Segundo Sandro Schleder, sócio fundador da Prosper, a empresa está atenta ao mercado para oferecer soluções em otimização tributária e fusões e aquisições para os ISPs, viabilizando o melhor aproveitamento deste cenário de consolidação.

"A geração de valor é o que nos move e um compromisso que assumimos com os provedores, de entregar resultados que impulsionem o seu crescimento. Atentos aos acelerados movimentos do mercado, em franca consolidação, temos pesquisado e gerado oportunidades para ISPs em todo o Brasil na área de fusões e aquisições", comentou Schleder.

Histórico da operação

Para determinar os parceiros que fariam parte da fusão, foram levados em conta diversos aspectos, não só a afinidade e relacionamento comercial entre as empresas, mas também a cobertura que as redes atingiam. Assim, a soma entre as empresas visava uma complementaridade, sem que houvesse qualquer sobreposição nas regiões.

Sendo assim, este processo resultou na parceria entre empresas atuantes há mais de 12 anos no mercado, com profissionais que possuem uma vasta experiência no setor de telecomunicações. As companhias envolvidas no projeto foram a Unilink, de Bela Vista de Goiás, na região metropolitana do estado; a Ligo, de Itumbiara, Goiás, na divisa com Minas Gerais; a Infortek, de Rio Verde, no Sudoeste goiano.

Com a soma das empresas, a ALLREDE já oferta 67 mil acessos na modalidade Fiber To The Home (FTTH) em 46 municípios. Ainda, a companhia possuí as cidades interligadas através de um backbone óptico com infraestrutura de 6700 km de alta capacidade. Até o fim de 2021, os planos são de expandir ainda mais.

“Estamos em negociação com provedores locais, preparando para a entrada na operação nos próximos meses”, relatou Borges. Esse movimento fará com que a cobertura suba para 92 mil acessos até janeiro do ano que vem.

Fonte: RTI e Assessoria Prosper Capital

Imagem: Raw Pixel