17 de Agosto, 2021

Facebook e Google anunciam novo cabo submarino que se estende por 6 países visando melhorar conectividade com a internet

Facebook e Google anunciam novo cabo submarino que se estende por 6 países visando melhorar conectividade com a internet

A medida conta com uma grande infraestrutura de rede para melhorar a conectividade até 2024.

Nesta segunda-feira (15), as empresas de tecnologia estadunidenses, Google e Facebook, anunciaram suas colaborações no projeto “Apricot”, que visa aumentar e melhorar a qualidade de conexão de internet na região da Ásia-Pacífico através de um sistema de cabos submarinos. Essa infraestrutura de rede contará com 12.000 quilômetros, ligando as regiões da Indonésia, Filipinas, Cingapura, Taiwan, Guam e Japão. 

Segundo uma nota divulgada pelo Facebook, o projeto é necessário e será implementado até 2024, uma vez que há uma crescente demanda por 4G, 5G e acesso à banda larga na região. Para isso, a empresa de Mark Zuckerberg contará com a parceria de provedores regionais de telecomunicações, financiando uma quota dos sistemas de cabos. Vale ressaltar que essa modalidade é responsável pelo transporte de 98% do tráfego internacional de internet.

Ambas as empresas mantêm planos de investimentos em regiões com grande potencial, como a Ásia. Nesse sentido, já houve instalações de milhares de quilômetros de cabos submarinos de internet pelo mundo implementados tanto pelo Google, como pelo Facebook. Entretanto, as gigantes do Vale do Silício planejam também expandir suas tecnologias para outros lugares.

Uma das regiões mais cobiçadas pelas big techs é a Índia. Em virtude disso, em 2020, o Google investiu cerca de US$ 10 bilhões para auxiliar na digitalização do país na década seguinte. 

Já no primeiro trimestre desse ano, as empresas financiaram dois cabos que interligavam Cingapura e Indonésia a Costa Oeste dos Estados Unidos.

Segundo o Google, um desses projetos é o Echo – complementar ao Apricot. A multinacional de softwares afirmou que ambas as tecnologias fornecerão às startups e empresas asiáticas menores latências, bem como mais largura de banda e maior resiliência em conexão entre os Estados Unidos e o Sudeste e Norte da Ásia.

Nessa perspectiva, o Facebook relatou que o cabo Apricot faz parte de um esforço contínuo da empresa em expandir a infraestrutura mundial, melhorando a qualidade de conexão de mais de 3,5 bilhões de pessoas com seus serviços. Dessa forma, a empresa de Zuckerberg contou com o auxílio de muitos parceiros por todo o mundo à fim de finalizar a construção de cabos de fibra óptica submarinos.

Fonte: Exame